quinta-feira, 27 de outubro de 2016

os peidos fazem parte da vida

é, por isso, inconcebível viver sem eles. bem visto, os peidos estão para o profano como a fé está para o sagrado: energia invisível em movimento, alívio amiúde, esperança perseverante - e interrupta - em um caminhar melhor.

2 comentários:

  1. Anónimo14:24

    Minha senhora, cu que não fala é cu sem opimião.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo14:26

    ai, caraças, sem "opinião", claro.

    ResponderEliminar